Cadê o MP para fiscalizar os atos do executivo?

A mensagem deste banner produzido pela Secretaria de Comunicação da prefeitura de Santo André foi postada no perfil pessoal do prefeito Aidan no 17 de abril às 22:35 não dizendo quando seria a data e o horário da suposta inauguração.

Na reportagem da Maíra Sanches do Diário do Grande ABC
– quinta-feira, 19 de abril de 2012 7:00 – “Aidan anuncia abertura de UPA, mas não divulga data”, mostra como o governo usa a máquina para promoção pessoal, pois na referida reportagem a Prefeitura “foi procurada durante todo o dia, não informou a data específica da entrega. O anúncio deve ser feito entre hoje e amanhã.”

O artigo 37 da constituição federal “determina o dever de obedecer ao princípio da impessoalidade e moralidade na divulgação de seus atos, e que a “publicidade de programas, obras e demais ações de órgãos públicos deverá ter caráter educativo, informativo e de orientação social, não podendo conter nomes, símbolos ou imagens que caracterizem promoção pessoal de autoridades ou de servidores públicos”.

Fica a pergunta, porque o interesse de omitir da população a publicidade deste importante equipamento?

Porque um banner produzido pela secretaria de comunicação foi para a página pessoal do prefeito no facebook e não primeiro no site da PMSA?

O mesmo além de omitir na publicidade a logo do governo federal no outdoors espalhados pela cidade quando anunciou a criação das UPAS, agora omite para os andreenses a publicidade no site da prefeitura com o objetivo claro de montar uma claque de pessoas fazendo palanque eleitoral.


Deixe uma resposta