Um livro

Abra uma página e verá toda uma vida. . . .
a minha vida.
Tudo que vejo e sinto:
É a realidade.
É medo? Não!
É fuga? Do que?
Hoje, neste momento
vivo as palavras e somente isso.
Já falei de tristezas e das alegrias.
Tudo que sei, foi imposto.
Tudo que faço, está criado . . . transformado.
Pelo jeito a solidão ( o mau do século )
me apavora.
Não quero aqui, simplesmente estar só.
Está sociedade . . . a que eu vivo . . .
não me condiciona a isso.
É só ser feliz pelo menos um minuto,
e o eterno acontecerá.  

Deixe uma resposta