Mês: agosto 2013

Kavernistas

Eternos poetas, escritores, compositores, cantores. É a Grãa  É a Ordem São os Poetas Kavernistas  Em gestar e participar. A tempestade, os raios e trovões acenderam as luzes da caverna. Nós iremos acordar  a quem já adormeceu na eternidade. Toda a história da literatura Aclamaram à…

Juventude

Pintados, rasgados, marginalizados Todos congeminando a idéia Organizando, desorganizando. O desemprego … meu primeiro emprego? A educação … juventude sem escola A cultura … distante e sem conjuntura Eu quero ver o novo no poder. Chegou a nossa vez Agora é a gente! Seremos o centro;…

O Farol

Nuvens negras se fortalece A solidão do oceano já anoitece Relâmpagos e trovões minha quimera Os pássaros conversam O FAROL observa  Pingos e gritos já me espera Os raios, as luzes minha quimera A natureza seca e deserta no oceano Me acorda com o beijo dela …

Nos encontramos outra vez

Eu queria te esquecer Não ve-lá nunca mais. Não coloquei você aonde deveria. Eu te joguei fora sem me despedir  Mais a minha ação me atingiu. Um dia a chuva veio. A minha água já  não se bebe mais. Os pássaros já não cantam mais. O…

Uma Estrela

É só lembrar, ler, ver, cheirar ou escutar Arrepios, calafrio Lágrimas Estrela Jovem Multiplicadora de sonhos Realizadora Transformadora Estrela Jovem Democrática Verdadeira Socialista  E no furacão Compaixão Temos uma ou duas, poucas Talvez solitária Mas com uma certeza Solidária 800 mil ergue-te  Parabéns!

Uma breve emoção pela Lua

Lua cheia de mistérios  A luz ilumina O coração palpita Os seus olhos pupilas Marca da imaginação Tudo que se sonha  Pode virar realidade nos sonhos coletivos Lua no céu Lua na terra  Luas imaginadas pelo coração Mas complicada  Porém perfeita É tudo que quero  E…

O vôo da alma

Sobrevoando meus sentimentos  Retorno naquele castelo Cavando a minha mente Vejo a formação de nosso mundo O átomos agora divididos. Meus batimentos cardíacos descontrola-se  Ao lembrar daqueles momentos finais  Tudo era beldades. Eu e você  Quis dizer Mas não sou mais nada Mas sou o tudo.

A dor da minha morte

Em todos os segundos parados A minha morte chega lentamente, por partes, cada dente, cada músculo, cada osso, faz parte da despedida. A dor e as lágrimas naturalmente  manifesta-se, silenciosamente. Queridos sofrem ao suportar o luto. O primitivo estágio da humanidade Cultura sobre flores os sepulcros…

Trindade

Sentado nas pedreiras De rochas onduladas Ouvi meu pensamento até o fim Fluídos profundos invadem a natureza virgem, as matas virgens.  Olhares sobreatento, desdrobramento.  Foco sorrisos e buscas.  Invasão astral Na diversidade, Na biodiversidade: Personalidades O azul matutino das ondas e nuvens Distraem a constante. A…

Juquitiba

Carnaval, paixão nacional! Distante, já na estrada, penso como foi meu dia espero tomando uma breja a carona que não chega..  A fuga da cidade, conhecendo pessoas nunca vistas! Lugar calmo. Pássaros gorjeiam no triunfar do velejo do vento. As águas caminham desviando das pedras que…