Sonho manifesto

No horizonte, levada ao vento, trovões anuncia a chuva.
Ao repousar, descansar a nossa mente,
Mergulho no universo de minha vida onírica
Caminhando pela estrada mágica do sonho
Ouço sua voz meiga, a imagem do que realmente somos.
Sentimentos, emoções, eu mergulho num processo mágico.
Nesta estrada, realizo meu desejo mais secreto,
E por motivos diversos, somos separados num curva inconsciente.
A essência dos sonhos, trazer a tona o quanto você faz falta.
Sua voz fica gravada, nosso contato fica escondido de nós mesmos.
A estrada é encoberta pelos recessos obscuros da mente
Realizado ficamos nós dois, mergulhados em um mundo secreto.
Em busca de uma nova estrada tempo.

Deixe uma resposta