Eu quero cultura viva em Santo André!

Com a decisão do secretário de Cultura de Santo André, Raimundo Salles (PDT que deve oficializar nesta quinta-feira (08/10) sua saída do governo do prefeito Carlos Grana (PT), devemos refletir os passos que queremos dar na condução de um governo que foi eleito na orientação popular e inclusiva que transpassa a essa decisão do risco eleitoral do Salles.

É certo que o secretário demonstrava em suas ações desconhecimento das especificidades que envolvem as políticas públicas para a cultura e falta de familiaridade com as questões que envolvem a produção cultural local. Para piorar a sua situação, Salles sai do governo Grana para se alinhar aos tucanos do governador Geraldo Alckmin.

Nesta nova caminhada, sabemos que o mesmo continuará defendendo uma política de mero entretenimento que força a ideia hegemônica que eterniza a área cultural como periférica e secundária.

Para nós, fica a responsabilidade de executar nosso programa de governo com suas 13 propostas para a Cultura e que o novo gestor tenha a sensibilidade que as políticas públicas necessita. Para visualizar programa. Clique aqui.


Deixe uma resposta